• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Retorno presencial às aulas só com imunização completa, declara Sinte

Categoria já anuncia uma greve que poderá ser deflagrada na próxima quarta-feira, 14

Publicado: 12 Julho, 2021 - 17h09 | Última modificação: 13 Julho, 2021 - 10h16

Escrito por: Redação CUT RN

notice

O retorno presencial das aulas da rede municipal de Natal está previsto para acontecer na próxima segunda-feira, 19, mesmo sem a vacinação completa dos profissionais da educação. O Sinte se organiza para uma greve.

A greve da Rede Municipal será deflagrada em assembleia virtual agendada para quarta-feira, 14. O encontro, pela Plataforma Zoom, acontece a partir das 9h30. Quem quiser participar deve se inscrever antecipadamente através do link.

O movimento grevista tem como reivindicações a luta em defesa da volta presencial dos educadores após 30 dias da aplicação da 2ª dose da vacina contra a Covid-19, atualização do Piso Salarial 2020 e condições sanitárias de trabalho.

Para a professora e coordenadora geral do Sinte, Fátima Cardoso, o retorno às aulas presenciais, seja no formato híbrido ou totalmente presencial, está condicionado a imunização (aplicação da 2ª dose da vacina contra a Covid-19), quadro epidemiológico no RN e biossegurança nas escolas.

"O retorno no dia 26 de julho não ocorrerá, pois a categoria decidiu em assembleia que essas medidas preventivas devem ser tomadas para evitarmos mais mortes e contaminações. Assim, entendemos que só depois da imunização completa é que poderemos voltar ao trabalho presencial, de forma segura.", completou a docente.

No mesmo sentido, o professor Bruno Vital, também do Sinte, afirmou "vamos manter nossa orientação de retorno presencial apenas com a imunização. Nossa posição será de defesa das aulas remotas e não retorno presencial para que a vida dos/as profissionais seja preservada."