• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Fetraf/RN completa 17 anos de história e resistência na agricultura

Josana Lima, presidenta da Fetraf, relembra a importância da entidade para a soberania alimentar do povo potiguar

Publicado: 28 Maio, 2021 - 17h10 | Última modificação: 28 Maio, 2021 - 17h36

Escrito por: Redação CUT RN

notice

"Somos nós quem garantimos o alimento saudável para o nosso povo", disse Josana Lima ao lembrar do dia que marca os 17 anos de história da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar, a Fetraf, do Rio Grande do Norte. 

A Federação é hoje a representante de mais de 100 mil agricultores e agricultoras familiares no estado, atuando e intervindo no monitoramento das políticas locais em mais de 65 municípios, atraves das organizações de sindicatos, cooperativas, associações, grupos produtivos, fóruns de agricultura familiar.

Neste ano atípico, a comemoração de aniversário foi feita através das telinhas e contou com a presença de figuras importantes e lideranças, como Eliane Bandeira, presidenta da CUT-RN.

 

Em entrevista, a presidenta da Fetraf, Josana, contou das batalhas que é a dirigência sindical em tempos de ódio. "Aumenta nosso desafio enquanto mulher, dirigente sindical e trabalhadora rual, né, em meio a essa crise irreparavél, tanto sanitária, como políticia e financeira e que meche com todo nosso sistema de trabalho", disse.

"Estamos na luta constante para fornecer alimento saudável já que somos nós, a mão de obra e os responsáveis, por mais de 70% do alimento que é produzido para as mesas dos brasileiros. Isso tudo bem da agricultura familiar e o que realmente alimenta", destacou Josana. "Nossa resistência hoje é por dignidade no campo, mais crédito e direitos", completou.

No Brasil, a atividade envolve aproximadamente 4,4 milhões de famílias e é responsável por gerar renda para 70% dos brasileiros no campo segundo informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que 80% de toda a comida do planeta venha desse tipo de produção.

A presidenta da CUT/RN, Eliane Bandeira, também destaou o papel fundamental da agricultura familiar e do papel da Fetraf para manutenção da atividade no RN.

“Os camponeses e camponesas do Brasil fazem muito com pouco: carregam a soberania alimentar nas costas, produzem em diversidade e qualidade alimentos, além de respeitarem a natureza. Parabéns a Fetraf, parabéns aos que fazem a fetraf e que perpetuam o legado de lutas dos trabalhadores rurais. Vida longa!", disse Eliane.