• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Em Natal, servidores e população foram às ruas contra a PEC 32

Ato começou às 13h, na Rua Apodi, na cidade Alta e caminhou até a Praça dos Três Poderes

Publicado: 19 Agosto, 2021 - 10h42 | Última modificação: 19 Agosto, 2021 - 11h17

Escrito por: Redação CUT/RN

notice

O dia 18 de agosto entrou para a história de lutas dos servidores públicos do país com uma forte mobilização da categoria nas ruas e nas redes sociais, em defesa de um serviço público de qualidade, que está sendo atacado pela Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 32, da reforma Administrativa, do governo Bolsonaro. 

Em Natal, o ato iniciou às 13h na Avenida Apodi, em frente ao prédio do INSS, e caminhou até a Praça dos Três Poderes, no bairro Cidade Alta. Centrais sindicais, movimentos sociais, estudantis e sociedade civil apoiaram e aderiram à paralisação dos servidores públicos municipais, estaduais e federais.

Muito além da defesa da estabilidade dos servidores, que comprovadamente evita a possibilidade de corrupção como em casos, por exemplo, da compra da vacina Covaxin, em que um servidor público denunciou a tentativa de falcatrua por parte de membros do governo Bolsonaro, que atuavam no Ministério da Saúde, a luta também é em defesa dos empregos, contra as privatizações e demais pautas dos trabalhadores de todas as categorias.

“É um dia de resistência à reforma administrativa, que nada mais faz do que entregar os serviços públicos para a iniciativa privada. Como se não bastasse privatizar as empresas e autarquias, faturar bilhões de reais com o sistema elétrico e a Petrobras, agora eles também querem os serviços públicos”, protestou a presidenta da CUT-RN, Eliane Bandeira.