• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT-RN vai à Feira do Carrasco falar com feirantes sobre Auxílio Emergencial

Além da luta pelo auxílio, a luta da Central é pela vacinação já, fora Bolsonaro e não à Reforma Administrativa.

Publicado: 10 Fevereiro, 2021 - 11h15 | Última modificação: 10 Fevereiro, 2021 - 11h29

Escrito por: Redação CUT RN

Bruna Torres
notice

Estivemos na Feira do Carrasco falando com os feirantes sobre a importância de pressionarmos o Congresso pela volta do Auxílio Emergencial. No ano passado, a CUT e outras centrais sindicais, junto aos mandatos de esquerda, conseguiram brigar e aprovar o benefício em R$ 600. Dessa vez, queremos garantir que haverá um valor minimamente aceitável para a sobrevivência dos trabalhadores e trabalhadoras e não aceitaremos a proposta do governo Bolsonaro, fechada em R$ 200.
 
A nossa defesa pelo auxílio emergencial até o fim da pandemia é fundamental para defender a vida do povo brasileiro. Por isso, foi feita a ocupação na Feira, que é onde os pobres sentem diretamente os reflexos da economia em queda, seja no preço do gás, da carne ou com o desemprego.
 
Além dessa pauta urgente, nós também estamos nas ruas em defesa da vacinação geral e célere; fora Bolsonaro e Mourão e não à Reforma Administrativa. Nossa próxima agenda de rua acontece dia 18, no Shopping Via Direta. Vem com a gente!