• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT RN E MST dialogam sobre próximos passos de lutas

CUT RN e MST sentam para articular reorganização da Frente Brasil Popular, instrumento fundamental da esquerda no estado

Publicado: 11 Dezembro, 2020 - 15h15 | Última modificação: 11 Dezembro, 2020 - 15h26

Escrito por: Redação CUT RN

notice

"Fico muito feliz com o diálogo porque nossas pautas, da CUT e do MST, convergem para o mesmo lugar e é dessa forma que a gente avança", declarou Eliane Bandeira, presidenta da Central, em reunião com o Movimento Sem Terra na manhã desta quarta-feira, 9.

O encontro entre as entidades foi importante para dar liga a luta em defesa das pautas em defesa dos direitos dos trabalhadores, do Fora Bolsonaro e em manutenção de um governo popular.

Outra questão levantada pelas entidades é o planejando do calendário de lutas de 2021, já que com as consequências da pandemia de covid-19, as atividades ficaram suspensas presencialmente e funcionaram de forma remota. A intenção da CUT e do MST é fortalecer a Frente Brasil Popular nos próximos meses, visto o tamanho da importância da FBP nas lutas populares em Natal e em todo o estado.

Desde que criada, a Frente vem na intenção de ser uma unidade entre os movimentos de esquerda, numa conjuntura de desmonte de direitos conquistados a duras batalhas. Com o resultado das eleições 2020 e os desafios para os próximos anos, fora do espectro eleitoral, essa unidade se faz ainda mais essencial, e por isso, a CUT e o MST entendem que devem estar juntos nas articulações.