• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT e outras entidades distribuem 6 toneladas de alimentos

Primeira ação de distribuição aconteceu no Dia do Trabalhador, em uma ação de solidariedade do 1º de Maio Solidário. Agora, a CUT está fazendo campanha para receber insumos para novas distribuições

Publicado: 04 Maio, 2020 - 16h35 | Última modificação: 04 Maio, 2020 - 19h32

Escrito por: Bruna Torres

notice

O nosso primeiro de maio foi diferente do que estávamos acostumados, transformando 2020 em um ano para ficar na história. Sem poder ir às ruas, nós fomos na casa dos trabalhadores e trabalhadoras de diversas regiões do Estado para levar um pouco de solidariedade a quem agora precisa ainda mais de ajuda.

Ao todo, foram 6 toneladas de alimentos, divididos em 215 cestas básicas distribuidas para as famílias, mais 200 kits de higiene. Organizadas com muito cuidado e seguindo as orientações de higiene da Organização Mundial de Saúde (OMS), todas as sacolas também foram higienizadas com álcool volume 70.

Nossa ação foi conjunta com o Levante Popular da Juventude, o MST, o Movimento de Mulheres Camponesas (MCC), o MTD e as Amélias. 

A primeira remessa aconteceu no último dia 1 de maio e levamos as doações às Comunidade de Mãe Luiza e do Jacó, em Natal; à Tribo Sagi-Tranbana em Sagi, Baia Formosa e as comunas do MST, em Ceará-Mirim. 

O mote escolhido para o Dia do Trabalhador/ra neste ano foi: “Saúde, Emprego, Renda: um novo mundo é possível com solidariedade”. E, além de reivindicar direitos, a CUT e demais centrais estimularam a reflexão e a luta pela democracia, pelo direito de a classe trabalhadora ter um movimento sindical organizado, ouvido e respeitado.

"O primeiro de maio sempre significou um dia de luta nas ruas, mas nessa atual conjuntura de enfrentamento a uma pandemia, estamos descobrindo outros formatos de organização usando o ambiente virtual e levando solidariedade aos trabalhadores/as que estão passando dificuldade" declarou Eliane Bandeira, presidenta da CUT RN. 

Abaixo, veja as fotos de como aconteceram as entregas: 

 

Mãe Luiza

 

Tribo Sagi-Tranbana

 

 

 

 

Comunidade do Jacó

 

Ceará-Mirim