• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

“A não assinatura do Bolsonaro no diploma é para mim um segundo Prêmio Camões”

O cantor e compositor Chico Buarque, vencedor do Prêmio Camões deste ano reagiu com humor á declaração do Presidente Jair Bolsonaro (PSL)

Publicado: 10 Outubro, 2019 - 12h22 | Última modificação: 10 Outubro, 2019 - 16h11

Escrito por: Revista Forum

Montagem/Reprodução
notice

O cantor e compositor Chico Buarque, vencedor do Prêmio Camões deste ano, a maior honraria literária em língua portuguesa, reagiu com humor nesta quarta-feira (9) ao saber que o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) está protelando para assinar o diploma do prêmio.

“A não assinatura do Bolsonaro no diploma é para mim um segundo Prêmio Camões”, disse Chico.

Em entrevista concedida nesta terça-feira, o presidente Jair Bolsonaro disse que tem até dezembro de 2026 para assinar o Prêmio Camões recebido pelo músico Chico Buarque, sinalizando que não pretende assinar a honraria, pelo menos neste momento. A cerimônia de premiação está marcada para abril de 2020.

Vários internautas e personalidades reagiram à frase de Bolsonaro. O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, chamou o presidente de “homenzinho que não sabe a diferença entre Estado e governo”.

O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP), também afirmou que “Chico foi premiado duas vezes: recebeu o prêmio Camões e o diploma não terá a assinatura do Bolsonaro”.

 

Com informações da coluna de Ancelmo Gois.